Staples
Vodafone
LVMH
FNAC
Womens secret
Mercadona
Fleury
Fast Shop
Leroy Merlin
Cortefiel
SONAE
Hospital Pequeno Príncipe
Pandora
MSC
Dia
Springfield
Sheraton
Unilabs
Unidade Local de Saúde de Matosinhos
Notredame Intermédica
Pró-Saúde
Hospital de Santa Maria
Rede Ímpar
Unimed Fortaleza
Luz Saúde
Pulido Valente
Centro Hospitalar de São João
Hospital LeForte
Hospital Platô
AC Camargo
Garcia da Orta
Hospital 9 de Julho
A.R.S. Lisboa e Vale do Tejo
Sabará Hospital Infantil
Santa Casa de Misericórdia da Bahia
Hospital IGESP
Staples
Staples
Vodafone
Vodafone
Estapar
Estapar
LVMH
LVMH
Womens secret
Womens secret
Pandora
Pandora
Springfield
Springfield
Fast Shop
Fast Shop
Worten
Worten
WestSea
WestSea
Wells
Wells
Vitaminas
Vitaminas
Villa Termal das Caldas de Monchique
Villa Termal das Caldas de Monchique
Via Porto
Via Porto
Veolia
Veolia

Open Shifts: Mais Flexibilidade, mais benefícios

Open Shifts: Mais Flexibilidade, mais benefícios

Durante vários anos as empresas socorreram-se de diferentes métodos de agendamento no que respeita à gestão de equipas, tornando-se cada vez mais comum a automatização destes processos.
Se está familiarizado com o conceito de turnos, escalas e horários rotativos faz sentido que ajuste a oferta disponível às necessidades da sua equipa. A adoção de Open Shifts (Licitação de turnos), pode ser a solução para facilitar o processo, beneficiando ambas as partes.

Sabe o que são Open Shifts?

Uma das maiores dificuldades das empresas e dos chefes de equipa é o agendamento de colaboradores de acordo com a sua disponibilidade. Neste sentido, antes de definir horários é preciso perceber quais as preferências dos funcionários, de forma a ajustá-las às necessidades do negócio. É através de Open Shifts que o empregador disponibiliza horários em aberto aos colaboradores, de forma a que estes tenham a liberdade de optar por aquele que lhes for mais conveniente.

A quem se destinam?

O conceito de licitação por turnos destina-se a médias ou grandes empresas cuja mão-de-obra trabalhe através de rotatividade horária, tais como: fábricas; empresas de segurança; retalho; hospitais; Call-Centers; Serviços de Limpeza; entre outros.

Como funcionam?

Através de uma funcionalidade no software de gestão de Workforce Management (WFM) é publicada uma vaga de horário disponível para vários colaboradores, ou para um grupo específico, dependendo da dimensão da equipa. Assim que uma licitação do turno é gerada, é posteriormente afixada na APP móvel para que os colaboradores da equipa possam ver e escolher o turno selecionado. Através dessa informação, a chefia direta tem o poder de decisão sobre esses pedidos.
O conceito de Open Shift possibilita também: a criação de horários em que gostaria que os seus funcionários estivessem disponíveis e a definição de qualificações necessárias para determinados turnos consoante as exigências da função a desempenhar.

O que define um trabalhador qualificado?

Pressupõe-se que quando é disponibilizada uma vaga de Open Shift, o(os) colaborador(es) que irão ter acesso à oferta, reuniam as competências profissionais necessárias à realização de determinado tipo de trabalho. Um exemplo concreto: num supermercado, os funcionários que estão a atender ao balcão podem não ter necessariamente as mesmas competências para estar na caixa de pagamento no horário de maior afluência. Poder direcionar as vagas a um grupo específico de trabalhadores é, por isso, não só uma vantagem para a supervisão mas também uma garantia de que a produtividade do negócio não será afetada.

Quais os benefícios para os colaboradores?

O facto de proporcionar um maior envolvimento do colaborador na gestão dos seus próprios horários já faz do conceito de Open Shift uma aposta ganha na gestão de qualquer tipo de negócio. Ao mesmo tempo – do ponto de vista do colaborador – é-lhes concedida uma maior iniciativa no processo de decisão. Esta garantia traduz-se em:

– Mais proatividade
– Maior flexibilidade
– Aumento da confiança
– Maior produtividade

Para as empresas, no geral, aderir à prática da licitação por turnos é, de uma perspetiva global, uma aposta ganha. Senão veja-se, através da utilização de Open Shifts:

– Redução de tempo
– Menos margem para erros
– Diminuição do absenteísmo
– Redução de custos

No geral, a adoção de uma prática de Open Shifts comporta inúmeros benefícios para as instituições mas, sobretudo, para os colaboradores – ao facilitar o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. Ao automatizar o processo com um portal dedicado aos funcionários, como o SISQUAL® Quality of Life, poderá usufruir não só dos benefícios da licitação de turnos, mas de inúmeras funcionalidades como: gerir horários, trocar turnos, pedir férias, dias livres e justificar ausências. Adira a uma forma fácil e eficaz de fazer a gestão e planeamento da sua equipa!