Staples
Vodafone
FNAC
LVMH
Womens secret
Mercadona
Fleury
Fast Shop
Leroy Merlin
Cortefiel
SONAE
Hospital Pequeno Príncipe
Pandora
MSC
Dia
Springfield
Sheraton
Unilabs
Unidade Local de Saúde de Matosinhos
Notredame Intermédica
Pró-Saúde
Hospital de Santa Maria
Rede Ímpar
Unimed Fortaleza
Luz Saúde
Pulido Valente
Centro Hospitalar de São João
Hospital LeForte
Hospital Platô
AC Camargo
Garcia da Orta
Hospital 9 de Julho
A.R.S. Lisboa e Vale do Tejo
Sabará Hospital Infantil
Santa Casa de Misericórdia da Bahia
Hospital IGESP
Staples
Staples
Vodafone
Vodafone
Estapar
Estapar
LVMH
LVMH
Womens secret
Womens secret
Pandora
Pandora
Springfield
Springfield
Fast Shop
Fast Shop
Worten
Worten
WestSea
WestSea
Wells
Wells
Vitaminas
Vitaminas
Villa Termal das Caldas de Monchique
Villa Termal das Caldas de Monchique
Via Porto
Via Porto
Veolia
Veolia

WFM VS HCM – Vantagens e desafios

WFM VS HCM – Vantagens e desafios

Antes de entrar em detalhes, é importante ressaltar: a medição da força de trabalho depende em grande parte, senão quase inteiramente, de um bom sistema de gestão. Portanto, saber atender às necessidades de seus funcionários é fundamental para manter os padrões de qualidade dentro de uma empresa e aumentar a produtividade dos negócios.

O conceito de Workforce Management (WFM) é uma realidade dentro de grandes instituições, contribuindo para uma gestão eficaz de equipes, por meio da previsão e automação de todo o processo de trabalho. Por outro lado, torna-se necessário incluir os Recursos Humanos neste processo, apontando para a Gestão do Capital Humano, conhecida como HCM, como uma oportunidade de aumentar o valor corporativo. Mas, afinal, o que distingue o WFM do HCM?

O WFM é uma ferramenta de gestão de equipes que integra diversos processos utilizados em uma empresa para otimizar a produtividade de seus colaboradores. É um sistema de software que permite aos supervisores diretos fazer uma previsão eficaz das necessidades de trabalho e respectiva gestão dos horários dos trabalhadores para garantir a operacionalidade dos serviços.

Por outro lado, o HCM redireciona a força de trabalho – por meio das áreas de Recursos Humanos – ao recrutamento, treinamento, remuneração, gestão de talentos e trabalho por meio de um investimento estratégico em capital humano. As tarefas de gestão de funcionários são, portanto, tratadas como um ativo corporativo, para impulsionar o compromisso da empresa.

A quem se destina? O WFM torna-se assim uma ferramenta imprescindível para as empresas cuja atividade envolve tarefas definidas de hora a hora e que, para o efeito, dependem de turnos dinâmicos e rotativos. A ferramenta de gestão de WFM é adequada para supervisores diretos nos mais diversos setores de atividade, desde a saúde ao retalho, financeiras, distribuição, indústria e serviços de transporte. Vale esclarecer que por meio de uma solução WFM é possível adequar as funcionalidades do sistema às necessidades de cada instituição, permitindo que os gestores de equipes gerenciem com eficácia e agilidade a quantidade de funcionários ativos e seus horários, turnos e faltas. Já o HCM atua como complemento das áreas de Recursos Humanos no desenvolvimento de estratégias de crescimento e retenção do capital humano. Portanto, os líderes de RH têm um conjunto de ferramentas que podem maximizar o valor de sua força de trabalho, desde recrutamento inteligente e socialmente orientado e práticas de retenção personalizadas até remuneração altamente otimizada.

Dito isso, as empresas precisam entender: quais são as vantagens do WFM e do HCM? Uma ferramenta WFM permite o monitoramento de desempenho; cenários de gestão de absenteísmo simulados; maior eficiência na automação de pagamentos; planejamento eficaz de férias e licenças; maior envolvimento dos funcionários e melhor desempenho; e custos operacionais reduzidos. Enquanto isso, um sistema HCM permite: a entrega de serviços de RH; acelerando os processos de contratação; atrair e reter talentos; estabelecer metas de desempenho; desenvolver habilidades; construir uma cultura de performance; e acelerar os processos de pagamento.

Nos últimos anos, testemunhamos uma rápida expansão do mercado e um crescimento significativo na aquisição de software de gerenciamento da força de trabalho. Portanto, é natural perguntar: faz sentido usar uma ferramenta WFM ou HCM? Se você deseja monitorar e melhorar a eficácia e eficiência da força de trabalho, deve escolher uma solução WFM. Se você deseja impulsionar o talento e o capital humano da sua empresa, integre uma extensão HCM à sua solução WFM. Confuso? Explicamos: um sistema HCM é direcionado aos setores de RH, não permitindo a intermediação direta com os colaboradores. Portanto, existe uma opção: a integração de um sistema HCM em uma ferramenta de Workforce Management. A título de exemplo, o SISQUAL WFM é uma solução WFM completa, que permite agregar Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (ERP), como Oracle, SAP, Primavera, entre outros.

Você ainda tem dúvidas sobre a operacionalidade de um sistema WFM? No mercado internacional, o WFM é a ferramenta que pode entregar o maior Retorno sobre o Investimento (ROI) entre as soluções de Capital Humano, em resultado dos ganhos adquiridos em tempo de gestão, turnover, absenteísmo e horas extraordinárias. Por outro lado, no principal relatório de pesquisa internacional sobre tecnologia WFM, no qual o SISQUAL está inserido desde 2008, prevê-se que até 2025, cerca de 75% das grandes empresas terão investido numa solução WFM para orientar melhor seus recursos e a experiência dos funcionários no local de trabalho.

Sabemos que cada empresa toma as melhores decisões para o benefício de seus negócios e o bem-estar de seus funcionários. Então junte-se a nós, invista em uma solução WFM e conte conosco para que possamos desenvolver sua força de trabalho juntos!