Staples
Vodafone
FNAC
LVMH
Womens secret
Mercadona
Fleury
Fast Shop
Leroy Merlin
Cortefiel
SONAE
Hospital Pequeno Príncipe
Pandora
MSC
Dia
Springfield
Sheraton
Unilabs
Unidade Local de Saúde de Matosinhos
Notredame Intermédica
Pró-Saúde
Hospital de Santa Maria
Rede Ímpar
Unimed Fortaleza
Luz Saúde
Pulido Valente
Centro Hospitalar de São João
Hospital LeForte
Hospital Platô
AC Camargo
Garcia da Orta
Hospital 9 de Julho
A.R.S. Lisboa e Vale do Tejo
Sabará Hospital Infantil
Santa Casa de Misericórdia da Bahia
Hospital IGESP
Staples
Staples
Vodafone
Vodafone
Estapar
Estapar
LVMH
LVMH
Womens secret
Womens secret
Pandora
Pandora
Springfield
Springfield
Fast Shop
Fast Shop
Worten
Worten
WestSea
WestSea
Wells
Wells
Vitaminas
Vitaminas
Villa Termal das Caldas de Monchique
Villa Termal das Caldas de Monchique
Via Porto
Via Porto
Veolia
Veolia

COVID-19: SISQUAL desenvolve solução como alternativa ao uso da biometria

COVID-19: SISQUAL desenvolve solução como alternativa ao uso da biometria

Depois de surgir na China, na cidade de Wuhan, em dezembro de 2019, o novo coronavírus – COVID19 – se espalhou por todo o mundo, já tendo infectado, até hoje, mais de 350 mil pessoas e causando mais de 15.000 mortes mundialmente. A rápida disseminação geográfica levou a Organização Mundial da Saúde (OMS), no dia 11 de março de 2020, a reclassificar o estado da contaminação como pandemia e a aumentar o risco para “muito elevado”.

Tendo presente a situação de emergência sanitária decorrente desta pandemia e a sequente declaração de estado de emergência em Portugal, a Direção Geral de Saúde e a Ordem dos Médicos Portuguesa recomendaram a extinção dos registros de acesso através da impressão digital.

“A Ordem dos Médicos decidiu recomendar a todas as instituições de saúde do setor público, privado ou social que encontrem medidas alternativas ao registo biométrico que é utilizado para controlo de assiduidade e pontualidade dos médicos e outros funcionários das unidades de saúde”, indica a Ordem dos Médicos em nota de imprensa.

Face a estas orientações, a SISQUAL® desenvolveu SISQUAL® Smart Clocking em menos de uma semana, um portal web como alternativa às marcações de ponto por registro biométrico. Esta solução, de rápida disponibilização e facilmente acessível através do browser de qualquer smartphone ou computador com ligação à internet, veio atender as necessidades dos seus clientes ao evitar os registros físicos comuns assegurando, assim, a máxima segurança. Dada a rápida contaminação da doença entre humanos, e sendo que as mãos são o veículo mais comum de transmissão cruzada de agentes infecciosos, a medida preventiva ganha extrema importância.

Os dois principais hospitais de Portugal – Santa Maria, em Lisboa, e São João, no Porto – já têm esta solução em funcionamento. A expectativa é que seja rapidamente extensível ao restante dos clientes da SISQUAL® espalhados pelo mundo.